Há oito banqueiros portugueses a ganhar mais de um milhão

Houve 4.859 banqueiros na Europa a receber mais de 1 milhão de euros em 2017. Oito deles estão em Portugal, de acordo com Autoridade Bancária Europeia (EBA). O número manteve-se estável no país, mas a remuneração média de cada um aumentou. Ao todo, os oito gestores portugueses receberam cerca de 13 milhões de euros.

Portugal segue apenas à frente de Liechtenstein (5), Hungria (4), Finlândia (3), Roménia (2) e Croácia (1). A EBA começou a divulgar estes dados em 2013 com referência a 2011, sem revelar os nomes dos indivíduos em causa nem das instituições que os empregam. Ainda assim, sabe-se que Fernando Ulrich, que presidia à administração do BPI, e António Vieira Monteiro, do Santander Totta, deverão estar na lista dos portugueses que auferiram mais de um milhão, segundo o Expresso.

O pódio pertence ao Reino Unido, onde em 2017 havia 3.567 gestores a receber mais de um milhão de euros – os britânicos continuam a concentrar 73% do conjunto de banqueiros milionários. Mas há mais países a ter registos deste tipo de riqueza. Falamos dos casos da Alemanha, que atingiu os 390, da Itália, com 201, ou ainda da França, com 233.

Chipre, Dinamarca e Grécia estão entre os países que mais sentiram uma redução do número de remunerações na banca acima de 1 milhão de euros.